Como descobrir o servidor de um site?

Saber qual é o servidor de site que hospeda uma página na internet, é uma forma inteligente de descobrir as suas forças e de como usar isso para elevar a sua própria página. É através do servidor de um site que você verifica os fatores indispensáveis para trabalhar na internet, como a qualidade, a velocidade e o tráfego.

Quem deseja dar início, já começou ou simplesmente trabalha com internet há algum tempo sabe o quanto ter um servidor é importante. Quanto melhor o servidor, maiores são as possibilidades de o seu site tornar-se bem frequentado. 

Além disso, é possível tornar a sua página, por exemplo, um blog, reconhecido tanto pelos usuários quanto pelo próprio mecanismo de busca, como um site bom, confiável, onde é agradável passar o tempo.

Sites de E-Commerce também se beneficiam quando seu administrador conhece o servidor daquela página. Se o servidor tem a característica de manter os sites seguros, isso se torna um fator de escolha. 

Veja mais sobre o que é o servidor de site e quais os tipos que existem. Confira também quais critérios usar ao optar por um servidor e quais ferramentas para descobrir se o servidor está disponível.

O que é o servidor de um site?

Podemos chamar o servidor de um “grande computador que nunca dorme”, a princípio. Por mais simplória que seja tal definição, está correta, embora não completa. O servidor é, de fato, um computador que precisa estar ligado vinte e quatro horas por dia, sem interrupções. Mas é preciso diferenciar o servidor que é um computador físico, o hardware, e o programa que também funciona como servidor de site, que é um software. 

A profusão de conteúdo online pode nos fazer pensar que tudo o que se vê na internet provém de um ambiente virtual. Mas não podemos ignorar que todos os programas são ligados à máquinas. O servidor que é um equipamento faz às vezes das peças internas de todo computador normal, como um HD, a memória RAM e a placa mãe.

O que é o servidor de um site
Fonte/Reprodução: original

Já o servidor que é um programa, isto é, um software, atua ao responder às solicitações dos navegadores. Para fazer qualquer movimento na internet, como clicar num simples link, é preciso ter um navegador. Este agirá de intermediário entre o servidor e a pessoa que realiza o clique. 

Não à toa, o escopo de atuação de um servidor de site é a hospedagem, que mantém uma página conectada na internet, de forma que o navegador possa traduzir a informação codificada (de programação) em informação que as pessoas podem consumir, como textos, vídeos e áudios. Por isso o servidor de site é tão importante. Sem ele, a conexão entre o site e a internet, e consequentemente entre o usuário, não é realizada. 

Quais tipos de servidores de site?

São quatro os tipos de servidores de site: o compartilhado, o dedicado, o VPS e o Cloud Hosting. Antes mesmo de colocar um site no ar, é vital planejar o servidor, o alicerce da página, em um sentido. Cada tipo atende a uma necessidade distinta, mas é importante frisar que todo site deve ser seguro, rápido e de fácil navegação. Esses parâmetros são inegociáveis para ter uma presença bem-sucedida na internet. 

Compartilhado

Esse servidor de sites se conforma na opção mais barata das quatro. Como o próprio nome já diz, sua configuração é a de um servidor para vários sites, de forma simultânea. É justamente o compartilhamento que faz o preço cair, pois os donos de sites dividem o custo do serviço e da infraestrutura.

O servidor de site compartilhado é fácil de usar, especialmente para quem não é entendido na linguagem da programação. No entanto, possui uma grande desvantagem: sua qualidade não é das melhores. Com tantos sites conectados ao mesmo servidor, podem surgir questões relacionadas à performance, como a velocidade e a segurança.

Um servidor de site compartilhado é ideal para aqueles cuja página ainda não tem muito tráfego ou sites em fase de teste.

Dedicado

A segunda opção é o oposto da primeira. No servidor de site dedicado, somente uma página se conecta por servidor. Não há o perigo de excesso de usuários, um “desgaste” na eficácia do servidor. Além disso, o problema com a segurança é praticamente sanado aqui.

O servidor de site dedicado opera de forma mais técnica. Logo, requer uma equipe de TI, para ser gerenciado e para receber manutenção. É possível contratar esses serviços de plataformas especializadas.

Esse tipo de servidor é recomendado para sites que já possuem maior volume de tráfego, onde são requeridos maior velocidade e segurança de navegação.

VPS

Essa opção encontra-se no limiar de um servidor compartilhado e um dedicado. O Virtual Private Server, ou Servidor Privado Virtual, hospeda vários sites ao mesmo tempo, como no compartilhado.

Porém, no VPS, cada site tem o seu próprio software. Isso dá mais segurança para quem usa esse tipo de servidor de site. É um excelente caminho para quem ainda não pode investir em um servidor dedicado, mas cujo site está numa crescente, com tráfego cada vez maior.

Cloud Hosting

Por conta da explosão de uso da nuvem, isso também ocorreu com os servidores. No Cloud Hosting os dados são mantidos na nuvem. A vantagem disso é o acesso de qualquer lugar do mundo e dispositivo. O maior problema é que esse servidor depende da internet para funcionar. 

Como escolher um servidor?

Existem alguns parâmetros de suma importância que devem ser observados na hora de escolher qual servidor usar. O primeiro deles é saber a porcentagem da disponibilidade do servidor de site. Significa o período onde a sua página fica no ar para que os usuários naveguem por ela.

Servidor de site que não oferece disponibilidade maior do que 98% não serve. Você terá prejuízos, pois a baixa disponibilidade faz o site sair do ar em menos tempo.

Mais um fator a ser considerado envolve os recursos de segurança. Um servidor de sites de qualidade deve oferecer Backup diário e o certificado SSL, que assegura para sempre os dados trocados entre um site e o usuário.

Por fim, o espaço de armazenamento deve ser considerado, conforme a necessidade de seu site. Uma página em crescimento constante demanda um espaço de armazenagem cada vez maior. De outra forma a produção de conteúdo do site poderia desacelerar e isso gera prejuízos para quem quer marcar presença na internet.

Como saber o servidor de um site?

Descobrir o servidor de um site pode ser uma tarefa bem técnica. No computador, é preciso usar o prompt de comando – CMD. Em seguida, é necessário usar o comando “nslookup”. No resultado aparecerá a localização de hospedagem do site, que pode ser em todo o mundo, ou o nome da empresa. 

Ferramentas para descobrir o servidor

Hoje em dia, já não é mais necessário recorrer às técnicas e à linguagem da programação para ter acesso a tais informações. O uso de sites aumentou muito com a explosão de comércio pela internet, por isso, surgiram ferramentas úteis para você descobrir, sem fazer esforço, o servidor de site que deseja.

Ferramentas para descobrir o servidor
Fonte/Reprodução: original

A primeira ferramenta a ser mencionada é o WhosHoltingThis? É gratuita. Para fazer uso, é só entrar no site www.whosholtingthis.com e inserir o nome do site na busca. A ferramenta traz o nome do servidor onde o site está hospedado.

Já o www.localizaip.com.br traz como resultado o local, em todo mundo, do servidor de site pesquisado. Para encontrar o lugar, basta entrar com o endereço de IP do site na busca.   

Como descobrir qual servidor estou usando?

Para verificar em qual servidor o seu próprio site está hospedado de uma maneira fácil e sem precisar saber de programação, coloque o endereço de sua própria página na busca oferecida pelas ferramentas gratuitas. Se quiser saber a localidade do servidor, entre com o IP informado no site de localização.

A cada dia que passa, mais a internet se prova como uma supervia de informação extremamente popular. Quem tem negócios deve ter um bom site. Para ter um bom site, é necessário ter um bom servidor, que possua todas as características já mencionadas.

Um servidor cuja disponibilidade é 99,9%, que oferece Backups diários, certificado SSL gratuito e recursos de servidor de site dedicado. Também é necessário observar a capacidade de armazenamento e a quantidade de emails permitida. Por fim, um bom servidor de site deve conseguir lidar com altos níveis de tráfego. Isso torna o site bem visto pelos usuários e o leva ao topo do ranking do Google.

O Kangaroohost oferece esses benefícios e muito mais, pois é especialista em hospedagem de sites otimizada, até mesmo os de E-Commerce.  Você terá velocidade e segurança de dados entre o seu site e o usuário. Tudo isso com planos de hospedagem customizados para atender a todas as demandas de sua página. 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Voltar
Whatsapp
Chat
0800 481 7000