O que é um Web Server?

Olá, Pequeno Kangaroozinho! Hoje, falaremos um pouco de um recurso que é um dos mais importantes para o funcionamento de qualquer site, que é o Web Server!

Para muitos usuários mais básicos, que nunca tenham precisado configurar um servidor do zero, esse pode ser um conceito desconhecido, mas que é o grande responsável por entregar publicamente para Web todo o conteúdo de um site. Então, bora conferir um pouco sobre como ele funciona!

Sumário

  1. O que é?
  2. Como ele funciona?
  3. E na hospedagem compartilhada?

O que é um Web Server?

Kangaroo em frente ao pc pensando o que é um Web Server
Imagem gerada por IA

Um Web Server, ou servidor web em bom português, é um software que fica instalado no servidor, sendo responsável por oferecer os recursos necessários para tornar o conteúdo de um site acessível na internet, já que ele é capaz de entregar o conteúdo já processado do site ao receber um acesso via protocolo HTTP, por isso também pode ser considerado um servidor HTTP.

Normalmente, esse conteúdo é acessado via navegador ao digitar um endereço que será o URL, sendo normalmente um domínio. Isso significa que sempre que acessamos qualquer site disponível na internet esse conteúdo está sendo entregue por um Web Server, que está recebendo a nossa solicitação e entregando esse conteúdo.

Como ele funciona?

Conceito de web server
O que é um Web Server? 3

Como dito acima, o web server e capaz de receber e responder solicitações feitas via protocolo HTTP (e HTTPS, e é isso que o torna tão importante.

Toda vez que nós tentamos fazer acesso a um site na internet, estamos disparando uma solicitação para o site, que deverá entender e validar o que está sendo requisitado, para entregar uma resposta de acordo com o que está sendo solicitado. Isso pode incluir parâmetros, URLs, autenticações, e diversos outros fatores.

Depois de validar a nossa requisição, o servidor cria uma resposta, que normalmente é um texto, HTML ou JSON. Isso também acontece quando acessamos um site, que nos retornará o HTML que deverá ser carregado em uma determinada página, o que se repete a cada tipo diferente de requisição.

O uso na hospedagem compartilhada

Quando pensamos em uma hospedagem compartilhada, sabemos que o hardware e os softwares instalados a nível do servidor são compartilhadas para seus usuários, como Antivírus, Firewall, Painel de controle e, claro, isso também se aplica ao Web Server.

Isso significa que o Web Server de um servidor de hospedagem compartilhada será o mesmo para todos os sites naquele servidor, ou seja, mesmo que existam centenas ou milhares de sites no servidor, esse software receberá todas as requisições e vai entregar as respectivas respostas isoladamente para cada domínio.

Isso pode parecer um pouco confuso, mas na verdade é bastante simples. Esse processo é possível porque normalmente esses servidores web permitem a configuração de identificação de onde estão os conteúdos de cada domínio. Assim, quando ele recebe uma requisição que corresponde a um domínio configurado, ele processa de acordo com o contexto específico de configuração apenas daquele domínio.

Assim, o web server garante que os domínios funcionem de maneira independente, e que o conteúdo de um site nunca seja exibido ao acessar o endereço de outro, garantindo segurança, estabilidade e discrição entre os diferentes sites dentro de um mesmo servidor.

Quais são os Web Servers?

Existem no mercado diversas opções de WebServer, sendo o Apache o NGINX os mais populares, e que também são iniciativas open-source. Assim como qualquer outro tipo de programa, esses servidores são criados para atender tipos de necessidades, então é possível ter opções melhores que outras dependendo de seu contexto e necessidade.

Por isso, aqui na KangarooHost usamos o LiteSpeed WebServer, uma opção muito mais voltada ao máximo desempenho, tendo um processamento muito mais rápido do PHP e com um consumo de hardware muito menor que as opções acima.

O LiteSpeed é particularmente indicado para aplicações que precisam de máxima velocidade, o que é extemamente útil, por exemplo, para sites baseados em WordPress, e que inclusive permite uma comunicação direta do servidor com o sistema de cache do site, através do plugin LiteSpeed Cache.

Por questões como essa, a escolha do Servidor Web é algo a ser pensado com cuidado, já que ele também é um dos muitos fatores que podem contribuir para o desempenho de seu site, o que também pode se refletir no consumo de recursos e estabilidade.

Conclusão

Ao fim deste artigo, esperamos que tenha ficado um pouco mais clara a ideia do que é um Web Server e o quanto ele pode ser imoortante para seu site, podendo até mesmo influenciar em sua velocidade. Por isso, se você busca maior velocidade para seu site, os planos da Kangaroo com LiteSpeed Web Server podem ser uma ótima opção para seu site.

Se você gostou desse artigo, não deixe de acompanhar o nosso blog para encontrar mais conteúdo como esse. Esperamos vê-lo de novo por aqui o/

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Voltar
Whatsapp
0800 481 7000